Português

Tether USDT (USDT)

Rank (CMC)Price (USD)Market Cap (USD)Circulating SupplyMax Supply
30.999823509112914432046112934363982N/A
Latest Tether USDT (USDT) News

Introdução ao Tether USDt (USDT)

Tether (USDT) é uma criptomoeda de valor estável, também conhecida como “stablecoin”. Seu valor está vinculado a moedas do mundo real, como o dólar americano (USD), e visa manter uma proporção de 1 para 1 com as moedas fiduciárias suportadas. A estabilidade do Tether tornou-o muito atraente para investidores em criptografia que desejam se proteger contra a volatilidade do mercado. Foi projetado especificamente para funcionar como uma ponte entre moedas fiduciárias e criptomoedas.

História do USDt

O Tether (USDT) foi lançado originalmente em julho de 2014 sob o nome “Realcoin”. O projeto foi cofundado por Brock Pierce, Reeve Collins e Craig Sellars. Os primeiros tokens foram emitidos na blockchain Bitcoin através do Omni Layer Protocol.

2014

Em novembro de 2014, o projeto foi rebatizado como “Tether” pela Tether Ltd., uma empresa com sede nas Ilhas Virgens Britânicas. A ideia por trás do Tether era criar uma criptomoeda estável que pudesse ser usada como dólares digitais. Ao vincular o valor a uma reserva de dólares americanos, a esperança era que o Tether pudesse combinar os benefícios da tecnologia blockchain com a relativa estabilidade de uma moeda tradicional.

O apoio 1:1 do Tether em dólares americanos mantidos em reserva deve garantir que seu valor não flutue tanto quanto outras criptomoedas. Isto tornou-o popular entre os comerciantes que queriam evitar a volatilidade de outras criptomoedas sem sair totalmente do mercado criptográfico.

Nos seus primeiros anos, o Tether foi usado principalmente na bolsa Bitfinex. No entanto, começaram a surgir questões sobre o relacionamento entre a Tether Ltd. e a Bitfinex. Descobriu-se que ambas as empresas tinham o mesmo CEO e havia preocupações sobre se o Tether estava sendo usado para manipular o preço do Bitcoin.

2017

Em 2017, a Tether anunciou que seus sistemas foram hackeados e tokens no valor de US$ 31 milhões foram roubados. Este incidente levou a um hard fork na blockchain Tether para isolar e recuperar os fundos roubados.

2018

Em 2018, a alegação da empresa de que cada token era garantido por um dólar americano foi examinada quando a Tether Ltd. dissolveu seu relacionamento com a empresa de auditoria Friedman LLP antes que uma auditoria oficial pudesse ser concluída. Isso levantou questões sobre se o Tether era totalmente apoiado por reservas em dólares, conforme alegado.

Apesar dessas controvérsias, o Tether continua sendo um player importante no mercado de criptomoedas. É a criptomoeda mais negociada em volume e desempenha um papel fundamental na liquidez de muitas bolsas de criptomoedas. Até onde sei, em setembro de 2021, o Tether continua a ser a maior moeda estável em capitalização de mercado.

Como funciona o Tether USDt

Aqui está uma visão geral básica de como o Tether funciona:

Emissão

Tether Limited, a empresa por trás do USDT, emite tokens Tether. Ao comprar tokens Tether, você está essencialmente doando seus dólares (ou outra moeda) para a Tether Limited, que então credita em sua conta Tether o valor equivalente em USDT. Diz-se que cada token Tether é garantido por um dólar americano mantido em reserva pela Tether Limited, mantendo assim sua relação de valor de 1 para 1.

Uso na negociação

O principal uso do Tether é no mundo do comércio de criptomoedas. Ele fornece uma maneira para os comerciantes evitarem a volatilidade no mercado de criptomoedas, transferindo seus fundos para algo estável (USDT) em vez de convertê-los novamente para a moeda fiduciária tradicional. Isto permite que os traders mantenham os seus fundos dentro do ecossistema das criptomoedas, evitando potenciais perdas devido à volatilidade dos preços das criptomoedas.

Redenção

Se quiser converter seus tokens Tether de volta em dólares americanos, você pode vendê-los e a Tether Limited deverá fornecer a você o valor equivalente em dólares americanos. No entanto, o processo de resgate e a capacidade dos usuários de resgatar USDT por dólares diretamente da Tether Limited tem sido frequentemente um tópico de debate e escrutínio.

Transparência e Auditoria

A ideia por trás do Tether é que, para cada token USDT, haja um dólar real em uma conta bancária em algum lugar para apoiá-lo. É por isso que a Tether Limited afirma que sua moeda é “totalmente garantida”. Para provar isso, a empresa promete transparência e publica uma “Atualização de Transparência” para comprovar suas reservas. Este aspecto da operação da Tether também enfrentou escrutínio e exige maior transparência e auditorias regulares por parte de empresas terceirizadas.

É importante notar que, embora o Tether seja indexado ao dólar 1:1, pequenas flutuações podem ocorrer devido à dinâmica do mercado, portanto, pode haver pequenas diferenças no preço quando você olha para diferentes bolsas ou durante períodos de intensa volatilidade do mercado.

Desenvolvimentos recentes em Tether

Nos últimos tempos, a Tether, empresa responsável pela cunhagem do USDT, participou na primeira ronda de uma nova iniciativa de energia renovável em El Salvador, denominada “Volcano Energy”. Este projeto de US$ 1 bilhão visa criar um parque de geração de 241 MW em Metapán, integrando projetos solares e eólicos para criar uma das maiores fazendas de mineração de Bitcoin do mundo.

Os promotores do projecto seleccionaram um local no povoado de El Chiste, no município de Metapán, Santa Ana, para construir esta nova fazenda mineira, que consistirá de 169 MW de energia solar fotovoltaica e 72 MW de energia eólica, e espera-se que gerar um poder de computação inicial que ultrapassa 1,3 EH/s (equivalente a um quintilhão de hashes por segundo).

A demanda por fontes de energia renováveis para a mineração de Bitcoin tem crescido em resposta às críticas sobre a natureza intensiva de energia do processo de mineração. Atualmente, mais de 52% da mineração de Bitcoin está sendo feita de forma sustentável, uma porcentagem que deverá aumentar com iniciativas como a Volcano Energy. Outras empresas em todo o mundo também têm explorado diferentes opções de mineração de Bitcoin, buscando as melhores taxas possíveis de consumo de energia.

Casos de uso de amarração

Existem várias possibilidades de negociação com o Tether. As duas estratégias principais com o Tether são comprar o token e negociá-lo nos mercados.

  • Ao comprar o Tether, você assume a propriedade da criptomoeda e mantém o token por um período de tempo. Ao comprar o altcoin, você está investindo no futuro do projeto Tether e acredita que seu preço aumentará em valor ao longo do tempo. Esta é uma estratégia de mais longo prazo do que negociação.
  • Por outro lado, negociar Tether é uma estratégia de curto prazo e muitos investidores optam por negociar através de CFD como uma abordagem válida.

Prós e contras do Tether

Prós

  • O valor do Tether é estável em comparação com outras criptomoedas, o que o torna um porto seguro durante a volatilidade do mercado.
  • Ele fornece uma ponte entre o sistema financeiro tradicional e o mundo criptográfico, oferecendo os benefícios de ambos.

Contras

  • Tem havido controvérsia sobre se o Tether é totalmente garantido por dólares americanos, conforme alegado.
  • O Tether é centralizado e a empresa por trás dele enfrentou escrutínio regulatório no passado.

Tether Futuro

À medida que o mercado de criptomoedas continua a evoluir, o futuro do Tether provavelmente dependerá de vários fatores, incluindo desenvolvimentos regulatórios, a aceitação geral das criptomoedas e sua capacidade de manter sua indexação ao dólar americano. É importante notar que, a partir de agora, mais da metade da mineração de Bitcoin está sendo feita de forma sustentável, e espera-se que essa porcentagem aumente com investimentos significativos, como o investimento da Tether em energia renovável, conforme discutido acima em [Desenvolvimentos recentes em Tether](#recent-developments -in-tether).

Riscos de amarração

Existem vários riscos associados ao Tether, incluindo:

  • Risco de contraparte: O risco de contraparte é o risco de a contraparte de uma transação, como o Tether, não cumprir as suas obrigações.
  • Risco de custódia: O risco de custódia é o risco de que o custodiante dos ativos do Tether perca ou se aproprie indevidamente desses ativos.
  • Risco regulatório: O risco regulatório é o risco de o Tether estar sujeito a regulamentações governamentais que possam restringir ou dificultar seu uso.

É importante estar ciente desses riscos antes de usar o Tether.

Guia de investimento Tether USDt

Aqui estão alguns insights gerais sobre como investir em criptomoedas como Tether USDt (USDT):

Compreendendo o Tether USDt

Tether é um tipo de criptomoeda conhecida como “stablecoin”. Isto significa que o seu valor foi concebido para permanecer estável em relação a um ativo específico ou a um conjunto de ativos. No caso do Tether, seu valor deve ser indexado ao dólar americano na proporção de 1 para 1, o que significa que 1 USDT deve sempre ser igual a 1 USD. Esta estabilidade em relação a outras criptomoedas pode tornar o Tether uma ferramenta útil para traders que desejam evitar a volatilidade no mercado de criptomoedas.

Propósito

O objetivo principal do Tether é fornecer liquidez e uma reserva estável de valor no mercado de criptomoedas. Portanto, as pessoas costumam usá-lo como meio de troca ou como forma de armazenar valor que é menos suscetível às oscilações de preços de outras criptomoedas. No entanto, é importante observar que, embora o Tether seja projetado para manter um valor estável, não é um veículo de investimento no sentido tradicional e não se espera que se valorize ao longo do tempo como uma ação ou criptomoeda não-stablecoin poderia.

Riscos

Como todas as criptomoedas, investir em Tether traz riscos. Um dos principais riscos é que a alegação do Tether de ser garantida individualmente por dólares americanos tenha sido objeto de controvérsia e escrutínio jurídico. Embora a empresa por trás do Tether tenha fornecido alguns atestados sobre suas reservas, é importante que os potenciais investidores compreendam esse risco. Além disso, embora o Tether pretenda manter um valor de US$ 1 por USDT, houve casos em que o preço flutuou acima ou abaixo dessa marca.

Riscos regulatórios

As criptomoedas estão sujeitas a riscos regulatórios. Os regulamentos podem mudar e isso pode afetar o valor e a legalidade da posse de certas criptomoedas.

Diversificação

Tal como acontece com todos os tipos de investimentos, a diversificação é fundamental. Não coloque todo o seu dinheiro em um único ativo, incluindo o Tether.

Pesquisar

É importante realizar pesquisas completas antes de tomar qualquer decisão de investimento. Entenda em que você está investindo, os riscos envolvidos e sua própria tolerância ao risco.

Lembre-se de que investir em criptomoedas é arriscado e é possível perder parte ou todo o dinheiro investido. Você deve sempre procurar aconselhamento de um profissional qualificado antes de tomar decisões de investimento.

Perguntas frequentes

Qual é o respaldo do Tether?
O Tether USDt é garantido por uma reserva de ativos, que inclui moedas fiduciárias, equivalentes de caixa e outros ativos. A composição exata da reserva não é divulgada pela Tether. Algumas pessoas levantaram preocupações sobre a transparência da reserva do Tether. Em 2018, a Tether foi acusada de enganar os investidores sobre a composição da sua reserva.
Como usar o Tether?
O Tether USDt pode ser usado para fazer pagamentos, armazenar valor e especular sobre o preço do Bitcoin. Também pode ser usado para negociar outras criptomoedas em bolsas de criptomoedas. Ao usar o Tether, é importante lembrar que se trata de uma moeda estável, o que significa que está indexada ao dólar americano. Isso significa que o preço do Tether é sempre aproximadamente igual a US$ 1.